novidades

Faculdades de Direito com acesso gratuito ao LegiX

O programa, com todas as suas funcionalidades, é acessível sem registo nem password, a partir dos campi universitários.

Lisboa, 5 de abril de 2015 – A nova versão do LegiX, baseada na nuvem e compatível com acessos a partir de qualquer computador ou dispositivo móvel, está disponível para acesso livre e gratuito pelos professores e alunos das principais faculdades de Direito portuguesas.

Mesmo a tempo para os exames do segundo semestre, a Priberam anunciou hoje o alargamento da iniciativa que já tinha sido tomada relativamente a versões anteriores do LegiX, o programa líder do mercado das bases de dados jurídicas em Portugal, no sentido de oferecer acesso livre a estudantes e docentes de Direito.

Todos os professores e alunos da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Faculdade de Direito da Universidade do Porto, Faculdade de Direito da Universidade Católica (Lisboa e Porto) e da Faculdade de Direito da Universidade Lusíada (Lisboa, Porto e Coimbra) podem aceder à totalidade dos conteúdos do LegiX sem necessidade de registo ou password.

Desde que o acesso seja feito a partir dos respetivos campi universitários, os servidores da Priberam autorizam automaticamente o acesso (por deteção de gamas de endereços IP). Basta entrar em https://2016.legix.pt/ a partir de qualquer dispositivo (desktop, portátil ou móvel) para obter acesso total e ilimitado ao programa.

Ferramenta indispensável ao trabalho de advogados e todos os que trabalham no setor da Justiça, o LegiX torna-se uma ferramenta especialmente poderosa para os estudantes de Direito, uma vez que lhes dá acesso, em qualquer momento, a um acervo documental que inclui até Códigos integrais – os quais podem ser convertidos para PDF e facilmente impressos.

“A Priberam pretende com esta iniciativa apoiar a formação em Direito disponibilizando gratuitamente aos estudantes uma ferramenta poderosa que vai certamente poder acompanhá-los durante a sua vida profissional”, disse a propósito Carlos Amaral, CEO da Priberam.

O novo LegiX

O LegiX foi completamente reescrito e revisto, com a totalidade do seu conteúdo acessível através de qualquer browser e de uma interface que oferece ao mesmo tempo uma experiência de utilização mais simples e mais poderosa.

O resultado é um programa ainda mais fácil de usar e que, utilizando tecnologia de pesquisa em linguagem natural desenvolvida ao longo das últimas décadas pela Priberam, oferece resultados mais relevantes, mais rapidamente.

Entre outras novidades e funcionalidades, a versão 2016 do LegiX oferece…

  • O maior acervo documental de sempre (mais de 1,5 milhões de documentos portugueses e europeus) mas mais fácil de filtrar e, por isso, de obter exatamente a informação pretendida;
  • Artigos dos códigos e diplomas fundamentais com hiperligações para a jurisprudência em que são citados;
  • Acesso direto (a partir da mesma interface e usando o mesmo motor de busca) às bases jurídico-documentais atualizadas regularmente pelo Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça (em www.dgsi.pt), ao Diário da República (http://dre.pt), à base documental da Comissão Europeia e ao Boletim do Trabalho e Emprego, entre outros.
  • Programa totalmente baseado na nuvem, em HTML5 e acessível através de qualquer browser, compatível com a maioria dos dispositivos (desktop, notebook, tablet, smartphone, …) e automaticamente adaptável a qualquer formato de ecrã;
  • Motor de busca que consegue devolver resultados mesmo com critérios truncados ou abreviados e pesquisas tipicamente realizadas por utilizadores menos familiarizados com a terminologia jurídica;
  • Os resultados são apresentados sob a forma de “scroll infinito”, como na cronologia das redes sociais, em vez de páginas sucessivas de informação;
  • … E muito mais!

Para os utilizadores fora das Faculdades de Direito, o LegiX é um produto disponível através de subscrição. Está também disponível o LegiX GO, um serviço de acesso pontual que permite usar o programa por períodos de um dia, uma semana ou um mês.

Em caso de necessidade, o programa pode também ser instalado em servidores locais; nesse cenário, a tecnologia do LegiX permite também indexar conteúdos numa intranet.